Abertura [Opening] Ernesto Neto | 12.12.09 | Galpão Fortes Vilaça
postado por: Fortes Vilaça
neto-1.JPG [Scroll down for English version]

 

ERNESTO NETO

Mitodengo

A Fortes Vilaça tem o prazer de apresentar sua última exposição do ano: Mitodengo, de Ernesto Neto, no Galpão. A mostra traz uma única escultura de proporções monumentais - cinco metros de comprimento e quase cinco de altura - composta por onze grandes peças de aço de 1,5 m de diâmetro e quatrocentos quilos cada. Pela primeira vez, Neto utiliza o metal na criação de uma obra de grande escala.

 

O artista começou a trabalhar com materiais sólidos em meados de 2006. Durante uma residência de seis meses realizada no Atelier Calder em Saché na França, Neto experimentou possibilidades escultóricas a partir de cortes a laser sobre uma diversa gama de materiais duros. O processo de criação começa com o desenho das peças feitos em grafite, posteriormente a imagem é digitalizada e enviada a empresas especializadas em cortes de aço. 

 

Em Mitodengo, cada peça de aço apresenta um desenho individual e orgânico, e se encaixam  como se fossem módulos, partes de um quebra cabeça. Com recortes de formas simples que remetem a brinquedos infantis dos anos 1970, as pesadas peças se acomodam sem cola ou qualquer outro material que as grude, sendo delicadamente encaixadas com a ajuda de um guindaste. A obra é puro equilíbrio e diálogo com a gravidade - características essenciais no trabalho do artista, em que a relação tensorial das partes sob a força da gravidade, mantém o objeto em sua forma estável. “Mitodengo é uma escultura linha, um desenho no espaço, uma linha de pontos que se encontram se encaixam, se beijam numa dança continua de contornos macho - fêmea”, aponta Neto. 

 

O artista surpreende mais uma vez ao utilizar um material rígido para formar uma escultura de movimento leve, sinuoso e sensual, tal qual suas obras moles, feitas de tecido. Mitodengo contrapõe sua delicada forma à rudeza e dureza do aço. Para o artista, a obra “pensa a possibilidade de poesia e doçura mesmo num mundo duro como aço. O Dengo é uma maneira de olhar, de cuidar e de abraçar sem tocar, os Mitos são como micro mitos cotidianos, que aparecem e somem como uma linha de um desenho”.

Neto é um dos principais nomes da escultura contemporânea. Em maio deste ano, criou sua maior e mais ambiciosa obra; medindo 21 x 37 x 58 m, Anthropodino ocupou todo o espaço do Drill Hall, The Armory, em Nova York. Em 2006, Neto mostrou a impressionante obra Leviathan Thot, que ocupava todo o interior do Pantheon de Paris. O artista ainda participou de duas Bienais de Veneza e teve uma individual em 2008 no MACRO, MACRO - Museu d'Arte Contemporanea di Roma. Em 2010, terá uma individual na Hayward Gallery, Londres e no MAM - Museu de Arte Moderna de São Paulo.

----------

 

Fortes Vilaça is pleased to present its final exhibition of the year: Mitodengo, by Ernesto Neto, at the Galpão. The show features a single sculpture of monumental proportions – five meters long and nearly five high – made up of eleven 1.5-meter-diameter pieces of steel weighing 400 kg each. This is the first time that Neto has used metal in the creation of a large-scale artwork.

 

The artist began working with solid materials in mid-2006. During a six-month artist residency at Atelier Calder, in Saché, France, Neto experimented with sculptural possibilities based on cuts made by laser in a range of hard materials. The creative process begins with graphite drawings of the pieces; later the image is digitalized and sent to a company specialized in cutting steel.

 

In Mitodengo, each steel piece presents an individual and organic design, fitting together with the others like the parts of a puzzle. With simple shapes that recall children’s toys from the 1970s, the heavy pieces are assembled without the need for welds or other means of fastening, since their shapes interlock as they are set delicately in place with the help of a crane. The work is one of precise balance and dialogue with gravity – essential characteristics in the oeuvre of this artist – since the object’s stability stems from the relation of tension among the parts instilled by the force of gravity. “Mitodengo is a line sculpture, a drawing in space, a line of points that encounter one another and fit together, kissing each other in a continuous dance of male/female outlines,” Neto states.

 

Once again, the artist has surprisingly used rigid material to make a sculpture with the same light, sinuous and sensual movement seen in his soft works made of fabric. The delicate form of Mitodengo is counterpoised against the rawness and hardness of the steel. For the artist, this artwork “concerns the possibility of poetry and sweetness even in a world hard like steel. Dengo is a way of looking, caring for and embracing without touching, while the Mitos are like everyday micromyths, that appear and add up like a line of a drawing.”

 

Neto is a leading name in contemporary sculpture. In May of this year he created his largest and most ambitious work to date: measuring 21 x 37 x 58 meters, Anthropodino took up the entire space of Drill Hall at Park Avenue Armory, New York. In 2006, Neto showed the impressive work Leviathan Thot, which occupied the entire interior of the Pantheon in Paris. The artist has also participated in two Venice Biennales, and in 2008 he held a solo show at MACRO (Museu d’Arte Contemporanea di Roma). In 2010, his work will be featured in solo shows at Hayward Gallery, in London, and at MAM–SP (Museu de Arte Moderna de São Paulo).

 

 

 

 

09.12.09
Artistas
Últimas atualizações
Arquivo
Galeria Fortes Vilaça

Rua Fradique Coutinho 1500
05416-001 São Paulo Brasil
T +55 11 3032 7066 | F +55 11 3097 0384
 

Galpão Fortes Vilaça

Rua James Holland 71 | Barra Funda
01138-000 São Paulo Brasil
T + 55 11 3392 3942 | F + 55 11 3392 5969

 
Terça a sexta, 10h – 19h
Sábado, 10h – 18h
Compartilhe