Sara Ramo
Pano de Fundo, 2012
Painéis de madeira e MDF, tinta látex
750 x 1500 x 900 cm

Pano de Fundo

Sara Ramo

Exposição 01.09.2012 | 13.10.2012

Galpão Fortes Vilaça
Rua James Holland 71 | Barra Funda
01138-000 São Paulo Brasil
download press release

Em Pano de Fundo, Ramo mais uma vez nos coloca em um lugar inusitado. Painéis comuns, normalmente utilizados para configurar o espaço expositivo do Galpão, estão uns sobre os outros, em delicado equilíbrio, formando uma escultura monumental. O material  aparentemente neutro toma vida, se reorganizando como se estivesse prestes a cair. O público é convidado a andar entre os painéis empilhados.

A obra é um desenvolvimento de trabalhos anteriores onde as composições também tomam como ponto de partida a desordem ou o acaso. Em Legado de 2012, feito para o CA2M de Madrid, encontramos uma construção absurda, com muros e vigas feitos de concreto e tijolos sobrepostos uns aos outros, criando um labirinto. Já em Avalanche Concreta de 2010, uma pilha de caixas saem de uma pequena porta e avançam no espaço invadindo o território de uma galeria.

A artista se apropria de elementos e cenas do cotidiano, deslocando-os de seus lugares de origem rearranjando-os em vídeos, fotografias, colagens, esculturas e instalações. De forma crítica e poética, em uma espécie de disciplina libertária, os objetos do mundo, que para Ramo funcionam como extensões de nos mesmos, são reorganizados, criando novos sentidos. Estratégias formais e conceituais permeiam o trabalho da artista numa encenação constante de mapeamento de noções como ordem e desordem, acúmulo e vazio.

Sara Ramo nasceu em Madrid, Espanha, em 1975, e vive entre a Espanha e o Brasil. Entre suas exposições recentes, podemos citar Sin Heroismos, por favor. CA2M, Centro Dos de Mayo. Madrid, Espanha, e Penumbra na Fundação Eva Klabin, Rio de Janeiro, Brasil, ambas de 2012. A artista participou do Panorama de Arte Brasileira do MAM - São Paulo em 2011 e da Bienal de São Paulo em 2010. Além de inúmeras exposições em outras instituições de importância nacional e internacional, a artista também participou da Bienal de Veneza em 2009. Sua obra está nas coleções de Inhotim, Belo Horizonte, Brasil; Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil; Instituto Cultural Itaú, São Paulo, Brasil; e Fundacione Casa di Risparmio di Modena, Itália; entre outros.

 

Clique aqui para ler o texto curatorial, feito na ocasião da abertura da exposição.

Galeria Fortes Vilaça
Rua Fradique Coutinho 1500
05416-001 São Paulo Brasil
T +55 11 3032 7066 | F +55 11 3097 0384
Galpão Fortes Vilaça
Rua James Holland 71 | Barra Funda
01138-000 São Paulo Brasil
T + 55 11 3392 3942 | F + 55 11 3392 5969
 

Terça a sexta, 10h - 19h
Sábados, 10h - 18h
Fechado aos domingos, segundas e feriados